Foto: Divulgação / Câmara Municipal de Palmeira
Foto: Divulgação / Câmara Municipal de Palmeira

Vereadores votam e aprovam cinco projetos de lei em primeiro turno

 

A Câmara Municipal de Palmeira realizou sessão ordinária na terça-feira (29), com a presença de todos os nove vereadores. Na ocasião foram votados e aprovados cinco projetos de lei e dois requerimentos, todos por unanimidade de votos. Ainda na sessão, o vereador Marcos Ribas (PSDB) falou sobre a paralisação dos caminhoneiros e as manifestações de apoio realizadas em Palmeira e o presidente do Legislativo, vereador Pastor Anselmo (PP) divulgou nota em relação à audiência pública sobre pedágio na BR 277, realizada em novembro do ano passado.

Entre os projetos de lei aprovados está o que dispõe sobre autorização para a Prefeitura efetuar repasses financeiros de pouco mais de R$ 220 mil do Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS) e do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA) para entidades do setor. E também os que autorizam créditos adicionais suplementares, sendo R$ 639 mil para Secretaria de Obras e Infraestrutura, que é contemplada também por outro no valor de R$ 200 mil, de R$ 88 mil para a Secretaria de Cultura, Patrimônio Histórico, Turismo e Relações Públicas e de R$ 97.030,36 para a Secretaria de Assistência Social.

Em explicação pessoal, quase ao final da sessão, o vereador Marcos Ribas faliu sobre protestos e democracia, fazendo menção à paralisação dos caminhoneiros e às manifestações de apoio que têm acontecido, inclusive em Palmeira. Ele disse que a polarização da disputa política não colabora para a construção de um país democrático e criticou pedidos de não participação de políticos nas manifestações, alegando que os políticos, no caso, os vereadores, também são do povo, e, da mesma forma, condenou as críticas dirigidas aos políticos locais que não participam de manifestações populares.

É constitucional o direito de ir e vir, de apoiar ou não as manifestações. E se for perguntado se o país está no caminho certo, digo que há muito tempo está no caminho errado”, afirmou o vereador em sua explicação pessoal.

Pedágio

O presidente da Câmara, vereador Pastor Anselmo, divulgou nota oficial da Câmara Municipal (leia AQUI) relativa à audiência pública que foi realizada em novembro de 2017 para debater sobre o assunto pedágio na praça da concessionária Caminhos do Paraná, na BR-277, município de Porto Amazonas.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página