Foto: Reprodução / Youtube
Foto: Reprodução / Youtube

Vereador propõe audiência pública para debater pedágio na BR 277

 

Com a preocupação voltada para a redução do número de moradores de Porto Amazonas e de Witmarsum, localidade do interior do município, que se deslocam à cidade de Palmeira para realizar serviços públicos e bancários, assim como compras no comércio, o vereador Marcos Ribas (PSDB) está propondo a realização de uma audiência pública para discutir a influência do pedágio na BR 277 nesta situação. Para tanto, ele apresentou requerimento na Câmara Municipal, no qual solicita ao Legislativo a convocação da audiência pública. O requerimento será votado na sessão desta terça-feira (26).

Ribas argumenta que é conhecida a dificuldade que usuários de Palmeira, Porto Amazonas e Witmarsum enfrentam no uso da praça de pedágio da BR 277 localizada no município de Porto Amazonas. O que preocupa é a queda do número de consumidores dessas localidades que evitam pagar o pedágio e buscam realizar suas compras em outras cidades. “Insisto em dizer que não queremos que seja de graça, mas sim que adotem uma tarifa diferenciada para veículos com placas de Palmeira e Porto Amazonas”, defende o vereador.

Um exemplo dessa dificuldade, segundo Ribas, é que a sede da Comarca de Porto Amazonas está em Palmeira, mas o pedágio o que dificulta o acesso de quem precisa dos serviços forenses. “Penso que logo deveremos promover uma audiência pública com a participação de representantes dos vários segmentos da sociedade palmeirense interessados no assunto e que seja constituída uma comissão para se reunir com os diretores da concessionária Caminhos do Paraná”, sustenta, fazendo referência à empresa responsável pela rodovia.

Da mesma forma que os moradores de Porto Amazonas enfrentam a dificuldade do pedágio, os de Witmarsum também encontram no pedágio um motivo para não se dirigir à sede do próprio município. Muitos preferem ir a Campo Largo ou Curitiba pra serviços bancários e outras necessidades.

Na praça de pedágio de Porto Amazonas, na BR-277, o valor da tarifa para automóveis é de R$ 12,20. Assim, quem mora em Porto Amazonas ou Witmarsum e precisa se dirigir à cidade de Palmeira é obrigado a desembolsar R$ 24,40 apenas para pagar o pedágio. Usuários argumentam que este custo do pedágio é maior do que o gasto com combustível para o deslocamento de ida e volta.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página