Foto: Reprodução / Youtube
Foto: Reprodução / Youtube

Vereador do PSDB pede que Prefeitura retome negociações com Sanepar

 

Por iniciativa do vereador Marcos Ribas (PSDB), uma moção de apelo, que foi assinada por todos os vereadores, foi apresentada na Câmara Municipal, solicitando ao prefeito Edir Havrechaki (PSC) que a administração municipal retome as negociações com a Companhia de Saneamento do Paraná sobre o contrato de concessão à companhia dos serviços de água e esgoto no município.

Em explicação pessoal durante a sessão da Câmara Municipal, na terça-feira (10), o vereador disse que durante o longo período de estiagem não aconteceram problemas de desbastecimento de água na cidade. Ele citou como exemplo o bairro da Colônia Francesa, local que anteriormente sofria com as constantes interrupções no abastecimento de água.

O vereador ‘tucano’ disse que fez parte de comissão que sugeriu à Prefeitura a realização de licitação para terceirização dos serviços de água e esgoto. No entanto, agora, com o novo panorama, ele defende a retomada de negociações, lembrando que edital da licitação foi contestado pela própria Sanepar junto ao Tribunal de Contas do estado (TCE), que acatou as razões da companhia e suspendeu cautelarmente a licitação em Palmeira, em fevereiro de 2016.

Ribas destacou que no período em que a licitação está suspensa, mais de um ano e oito meses, a Sanepar realizou audiência pública em Palmeira, apresentou valores de investimentos feitos no município e corrigiu problemas no abastecimento. Além disso, segundo ele, a companhia demonstrou disposição em adquirir uma área, no alto do bairro da Vila Rosa, para ali instalar reservatórios de água que permitam o abastecimento contínuo e ininterrupto.

Com todos esses fatores e investimento feitos, defendo que seja aberta uma nova pauta de negociações com a Sanepar, visando a renovação do contrato de concessão para a companhia”, afirmou o vereador do PSDB. A moção de apelo será lida na próxima sessão da Câmara, na terça-feira (17), antes de ser encaminha para o Executivo.

 

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página