Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Tarifas de pedágio podem ter aumento de até 4% nas rodovias do Paraná

 

Como acontece todos os anos no mês de dezembro, a partir de sexta-feira (1º) entram em vigor o aumento das tarifas cobradas nas praças de pedágio pelas concessionárias de rodovias que atuam no Paraná. Estima-se que o aumento seja fixado entre 2,5% e 4%, segundo informações repassadas pelo Governo do Paraná. Provavelmente, os novos preços devem ser confirmados na quarta-feira (29).

A Agência Reguladora do Paraná (Agepar) está analisando os documentos referentes aos índices do reajuste tarifário, assim como da revisão de contratos. Os documentos foram encaminhados na última sexta-feira (24) pela Coordenadoria de Concessão e Pedágios Rodoviários do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Os valores de reajuste são discutidos junto à seccional paranaense da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR).

Uma nota da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (SEIL) explica que o reajuste tarifário é anual, em especial para a atualização dos valores, pela inflação acumulada no período. Esse incremento, segundo a nota, é “definido a partir de um conjunto de índices setoriais divulgados mês a mês pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). A definição do valor final é feita com base em índices de terraplanagem, pavimentação, obras de arte especiais, construção civil, entre outros”.

No ano passado, esse incremento foi maior no Paraná e na região dos Campos Gerais. A média de reajuste no estado variou entre 4,04% a 5,19%. Já entre as concessionárias responsáveis pelas estradas da região, a Rodonorte teve um reajuste de 4%, enquanto que a Caminhos do Paraná repassou 11%.

Mais cara

Caso o reajuste seja aplicado na região baseado no índice mais alto, na casa de 4%, a viagem de Palmeira a Curitiba de automóvel, ida e volta, ficará mais cara, devendo o usuário gastar perto de R$ 42,00 com pedágio. Hoje, o valor pago é de R$ 40,20. Se aplicados 4% de aumento, o preço subiria para aproximadamente R$ 41,80. A praça de pedágio de Porto Amazonas, que cobra R$ 12,20 pela passagem do automóvel, deveria cobrar cerca de R$ 12,70. Já a de São Luiz do Purunã, que cobra R$ 7,90, deveria cobrar algo em torno de R$ 8,20.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página