Foto: Divulgação / Prefeitura de Palmeira
Foto: Divulgação / Prefeitura de Palmeira

Servidores votam e escolhem novo horário de expedeinte da Prefeitura

 

Com a participação de aproximadamente 150 servidores públicos municipais, a Prefeitura de Palmeira realizou assembleia geral na noite da última quinta-feira (2), no Salão Paroquial. Na pauta, a votação de novo horário a ser adotado pela Prefeitura para adequação ao regime semanal de 40 horas.

Os servidores que compareceram na assembleia assinaram uma lista de presença e receberam um formulário para preencher, o qual continha cinco opções de horários para votação. Em primeiro lugar ficaram empatadas as opções 7h30 às 11h30 no período da manhã e 13 às 17 horas no período da tarde e 8 às 12 horas/13 às 17 horas, ambas com 50 votos.

Como duas opções ficaram empatadas, os servidores tiveram que votar novamente, desta vez em um dos horários que receberam 50 votos na primeira votação. Com 67 votos contra 65, a opção vencedora foi o horário das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. Desta forma, este horário será adotado pela Prefeitura de Palmeira.

A realização da assembleia geral foi necessária devido a uma notificação encaminhada pelo Ministério Público do Estado do Paraná, através da Promotoria de Justiça de Palmeira, a qual solicitava esclarecimentos sobre as medidas tomadas pela administração municipal para a adequação de horário dos servidores municipais.

Resposta

De acordo com o Procurador Geral do Município, Fernando Maciel, uma resposta será enviada ao Ministério Público com base no resultado da Assembleia Geral. “Na segunda-feira (6) encaminharemos o esclarecimento ao promotor Antônio Carlos Nervino e no próximo dia 13 deverá ser baixado ato para regulamentar o novo horário de expediente da Prefeitura Municipal. A partir desta data, os servidores já passam a cumpri-lo”, declarou Maciel.

O Secretário de Gestão Pública, Geraldo Nepomuceno das Neves, explicou que em alguns casos um horário diferente poderá ser adotado, desde que seja respeitada a carga diária de oito horas. “A Secretaria de Obras e Infraestrutura, por exemplo, continuará trabalhando das 7h30 às 11h30 e das 13 às 17 horas, pois é o horário mais adequado para a natureza do serviço que prestam”, relatou o secretário.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página