Prefeito esclarece boatos sobre suposto acidente automobilístico com veículo oficial

edir facebook noticia

O prefeito de Palmeira, Edir Havrechaki, usou uma rede social na noite de quarta-feira (14) para esclarecer boatos sobre um suposto acidente automobilístico com um veículo oficial. De acordo com informação divulgada em um perfil de Facebook, o qual o prefeito acusa ser falso (fake), o mandatário do município se envolveu em um acidente em Ponta Grossa em um sábado.

Em sua postagem, Havrechaki contou sua versão da história. “Em respeito aos cidadãos de bem que me acompanham nas redes sociais esclareço que não houve envolvimento deste suposto “carro oficial”. Na ocasião eu conduzia uma caminhonete cedida a mim e o segundo veículo envolvido na colisão é um modelo bastante parecido com o carro oficial que utilizo e que atualmente se encontra na oficina devido a problemas mecânicos. A colisão aconteceu e foi um acidente, um infortúnio ao qual os motoristas estão sujeitos”, relatou o prefeito.

Havrechaki também aproveitou a postagem para fazer um desabafo. “Estando prefeito busco utilizar minhas redes sociais para informar meus seguidores sobre acontecimentos reais e relevantes para nossa cidade, mas infelizmente na internet existe uma zona cinzenta carregada de maldade onde pessoas que se escondem atrás de perfis falsos (fakes) usam da má-fé, mentiras e desinformações na tentativa de desconstruir uma imagem feita com anos de trabalho sério por Palmeira”.

O prefeito ainda realizou um pedido aos seus seguidores e cidadãos para que tomem cuidado ao receberem notícias/informações falsas. “As “fakenews” são uma ferramenta usada por este lado cinzento da internet com intenção de causar danos à moral e à imagem dos ofendidos e inclusive já são objeto de análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do senado onde o projeto de lei 473/2017 prevê detenção ou reclusão para os divulgadores. Mas, juntos, se cada um de nós buscarmos a verdade deixaremos de alimentar as ferramentas dos mal-intencionados”, concluiu Havrechaki.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página