População pode votar em enquete online para definir prioridades da LDO 2020

 

colegio-realeza-banner

 

A Prefeitura de Palmeira disponibilizou, nesta quarta-feira (6), uma enquete online para que a população defina quais são as prioridades do Município na Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2020. A enquete, que será encerrada no dia 22 de fevereiro, pode ser acessada no site da Prefeitura, clicando AQUI.

De acordo com o secretário de Finanças da Prefeitura de Palmeira, Eloir José Voichicoski, através da enquete a população pode participar ativamente do orçamento municipal. “O orçamento público gerencia e controla as receitas e despesas públicas buscando sempre atender as necessidades dos munícipes em geral. Por isso, a participação da população tem importância fundamental na definição de prioridades em serviços e obras públicas através da LDO para o ano de 2020”, disse ele.

A enquete conta com duas etapas. Na primeira delas o cidadão deve assinalar uma área de atuação prioritária para cada Secretaria. Após clicar em ‘próxima’, o internauta será encaminhado ao ‘Formulário de Sugestão’, no qual deve escolher uma área que deseja enviar uma sugestão e redigi-la. O número de participações do cidadão na enquete é ilimitada.

Na segunda etapa é obrigatório que o cidadão informe seu nome, e-mail e endereço. Segundo Alysson José de Araújo, diretor de Contabilidade e Finanças, “as informações de contato são necessárias para que cada sugestão enviada seja protocolada junto à Secretaria de Finanças e, posteriormente, respondida ao cidadão”, explicou.

As respostas dos formulários formarão uma estatística que mostrará quais são as prioridades do Município de Palmeira dentro da LDO 2020.

LDO

A LDO tem como a principal finalidade orientar a elaboração dos orçamentos fiscais, da seguridade social e de investimentos do Poder Público. No intuito de permitir que a população tenha maior participação na tomada de decisões, a Prefeitura de Palmeira, em seu Portal Oficial, disponibilizou a enquete sobre as prioridades na elaboração da LDO 2020.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página