Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa
Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa

Palmeira tem 400 doses de vacina contra a gripe para a população em geral

 

colegio-realeza-banner

 

Desde o início da manhã desta segunda-feira (3), 400 doses de vacinas contra a gripe estão à disposição da população em geral em Palmeira. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe foi iniciada em 10 de abril e até a última sexta-feira (31) apenas o público prioritário teve acesso à imunização.

Nesta segunda etapa, toda a população tem a oportunidade de se vacinar contra a gripe enquanto durarem os estoques da vacina. As doses estão disponíveis nas unidades da saúde da área urbana e da área rural e para receber a vacinação, o interessado deve ir até a unidade mais próxima de sua residência, portando carteirinha de vacinação e um documento com foto.

Durante o período da campanha, foram priorizados gestantes, puérperas, crianças entre 6 meses a menores de 6 anos, idosos, indígenas, professores, trabalhadores de saúde, pessoas com comorbidades, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade, além de profissionais de segurança e salvamento. A campanha apenas para os grupos prioritários em Palmeira atingiu 84,56% do público-alvo, ou seja, das 9.516 doses destinadas, apenas 8.047 foram aplicadas.

Apesar de não atingir o índice de 90%, Palmeira ficou acima da média estadual (80,21%) e da média nacional (79,88%). De acordo com a enfermeira Conceição Rocha Buge, “infelizmente as pessoas que precisavam de vacinação, ou seus responsáveis, não procuraram os serviços para realizar a imunização, além de que neste ano o Ministério da Saúde não prorrogou o prazo da Campanha, o que pode contribuir com o resultado ficar abaixo do obtido no ano passado, no qual atingimos a meta”, enfatizou.

Apenas três grupos prioritários ultrapassaram a meta de vacinar 90% do público-alvo. Das 54 doses destinadas às puérperas, 56 foram aplicadas, atingindo 103,7% da cobertura vacinal. Já os trabalhadores da área da Saúde receberam 376 das 374 doses que tinham direito e atingiram 100,53% de cobertura, enquanto 92,3% dos portadores de comorbidades foram vacinados, ou seja, foram aplicadas 2.039 das 2.209 doses destinadas aos mesmos.

Os outros quatro grupos não atingiram a meta proposta pelo Ministério da Saúde. No grupo prioritário de idosos foram aplicadas 2.941 doses (85,25% do público-alvo), enquanto também receberam vacinas 281 gestantes (84,64%), 1.861 crianças (74,11%) e 409 professores (69,8%).

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página