Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa
Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa

Palmeira entre os dez maiores geradores de riquezas na agricultura do Paraná

banner-auto-posto-pp

O município de Palmeira aparece entre os dez municípios paranaenses que mais geraram riqueza na agricultura no estado do Paraná, com dados do ano de 2017. As informações são da Pesquisa Agropecuária Municipal (PAM 2017), divulgada nesta quinta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa é subdividida em dois setores: os cultivos permanentes e os temporários. A soma dos dois define a posição dos municípios.

Palmeira aparece na oitava colocação em nível estadual, com valor de R$ 451 milhões. Ressalte-se que são quatro municípios da região dos Campos Gerais em destaque estadual quando o assunto é produção agrícola. Na liderança estadual aparece Tibagi, com R$ 775 milhões gerados no decorrer do ano.

Nos cultivos permanentes se enquadram produção de frutas, café, entre outros. Nos cultivos temporários estão os plantios da safra de inverno e verão, tais quais soja, milho, trigo, entre outros.

Castro, mesmo sendo o município que mais produz leite no país, referência na área pecuária, destaca-se também na agricultura, na terceira posição estadual, com valor de R$ 673 milhões. Da mesma forma, Ponta Grossa aparece no ranking como sexta colocada com valor de R$ 453 milhões.

Queda

O valor da produção agrícola do Brasil foi de R$ 319,6 bilhões em 2017, e a soja foi responsável por 35,1% desse total. Após sete anos de crescimento, houve queda de 0,6% no valor da produção, em relação a 2016, puxada pelo milho (-12,7%), feijão (-28,8%), batata inglesa (-50,9%) e trigo (-41,9%).

A área plantada com as culturas investigadas pela PAM 2017 aumentou 2,1% em relação a 2016, e alcançou 79,0 milhões de hectares. O aumento da área e os ganhos de produtividade proporcionaram recordes no volume da soja e do milho, que cresceram 18,9% e 52,3%, respectivamente.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página