Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa
Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa

Palmeira assina contrato para contribuir com custeio do SAMU Campos Gerais

propaganda superior site - correia e moraes2

A participação de Palmeira no consórcio intermunicipal do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da região dos Campos Gerais avançou com a assinatura do contrato de rateio, publicado na edição desta segunda-feira (10) do Diário Oficial do Município. Segundo o contrato, entre setembro e dezembro, a Prefeitura de Palmeira destinará mensalmente ao SAMU Campos Gerais o valor de R$ 10.717,24. A partir de janeiro de 2019, quando novo contrato deve ser assinado, o valor pode sofrer reajuste.

A participação de Palmeira no SAMU Campos Gerais deve se dar junto com outros 27 municípios das 3ª, 4ª e 21ª Regional de Saúde do Estado, os quais participarão do rateio das despesas. A criação do consórcio que vai gerir o serviço aconteceu no início do mês de fevereiro e o projeto seguiu para pedido de credenciamento junto ao Ministério da Saúde, que também deve repassar recursos para o custeio do consórcio.

No início do mês de março, a Câmara Municipal de Palmeira aprovou projeto de lei autorizando o ingresso de Palmeira no SAMU Regional. O projeto foi sancionado e transformado em lei e, partir daí, foi oficializada a participação, com o que vieram os desdobramentos legais para a participação, como o contrato de rateio das despesas de implantação.

O SAMU Campos Gerais depende ainda de outros processos, como as operações aeromédicas e também a elaboração de um concurso público para a contratação de cerca de 420 profissionais para que efetive suas atividades nos municípios na região abrangida.

SAMU

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) tem como objetivo chegar precocemente à vítima após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência que possa levar a sofrimento, a sequelas ou mesmo à morte. São urgências situações de urgência de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras.

Trata-se de um serviço pré-hospitalar, que visa conectar as vítimas aos recursos que elas necessitam e com a maior brevidade possível. É um serviço gratuito, que funciona 24 horas, por meio da prestação de orientações e do envio de veículos tripulados por equipe capacitada, acessado pelo número “192” e acionado por uma Central de Regulação das Urgências.

O SAMU realiza os atendimentos em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas, e conta com equipes que reúne médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores socorristas.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página