Foto: Divulgação / Prefeitura de Palmeira

Livro ‘Palmeira em relatos’ é lançado e apresenta histórias da cidade

 

propaganda-superior-site-super-otica

 

O lançamento do livro ‘Palmeira em relatos: história contada através de entrevistas’, na quarta-feira (29), foi mais um grande momento das comemorações dos 200 anos do município. A obra, realizada pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Palmeira, através da equipe do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), eterniza parte da história palmeirense em suas páginas.

Para Mário Wieczorek, secretário de Assistência Social, o livro é um marco para a história do município: “Fatos que aconteceram em nossa cidade foram transformados em livro e o livro não fica apenas na memória, ele fica registrado para sempre, fica disponível para que toda a população saiba o que já aconteceu no nosso município. Estou orgulhoso pela equipe CRAS e pelos colaboradores da secretaria, em especial o Fernando Cezar Costa, que foi o idealizador do projeto”, disse.

O livro traz passagens sobre a vida de tempos passados, a comodidade de vilarejo que a cidade tinha, as brincadeiras, os estabelecimentos que funcionaram, ações que davam vida a cidade e hoje, pela modernização, foram substituídas e modificadas.

Costa relatou que a ideia surgiu quando ele começou a trabalhar no CRAS, em 2016. “Eu via as pessoas passando no corredor para ir para os Grupos de Convivência e imaginava quantas histórias elas deveriam ter. No ano passado, após conversa com meus colegas, acabei desenvolvendo o projeto. A Assistência Social aceitou minha ideia e possibilitou que eu desenvolvesse”, contou ele.

Para a realização do livro foram entrevistados 19 idosos dos Grupos de Convivência, além de outras duas pessoas que foram citadas como importantes para a história da cidade. “Foram relatadas memórias dos anos 1950 aos anos 1980. O livro foi dividido em seis partes: infância, coisas que eram diferentes na cidade, como asfalto e eletricidade, religião, espaços de lazer, comércio e serviços que a cidade oferecia”, disse Costa.

O idealizador do projeto também adiantou que novas ações serão desenvolvidas em breve, com o intuito de valorizar e manter viva a riqueza histórica do município, assim como das pessoas que nele vivem. “Em parceria com a Secretaria de Educação, levaremos idosos nas escolas para um período de lazer com as crianças, através de conversas e atividades”, revelou.

Geraldo Nepomuceno das Neves, secretário de Gestão Pública e que representou o prefeito Edir Havrechaki no lançamento do livro, elogiou o trabalho realizado. “Parabenizo a ideia de conversar com os idosos, resgatar estas belas histórias e transcrevê-las em um livro. Sem dúvida uma parte de nossa história está sendo salva”, contou.

Orgulho

A assistente social e atual Secretária de Educação, Carla Patrícia Marcondes Albuquerque, também esteve presente no evento. “Trabalhei por muitos anos na Assistência Social e convivi com muitas das pessoas que prestaram relatos para o livro. Que orgulho ao ver vocês retratados nestas páginas, falando sobre coisas que nós conversávamos nos grupos de convivência. Imagino que apareceram muitas histórias felizes, mas também devem ter aparecido outras tristes. Talvez algumas pessoas que estavam com vocês nas histórias não estão mais entre nós, aí bate a saudade”, comentou ela.

Quem também acompanhou a lançamento do livro foi a presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Palmeira, Vera Lúcia de Oliveira Mayer. “Esta data entra para os anais da nossa história, pois ela marca o lançamento deste trabalho magnífico, o qual eterniza diversas curiosidades de nosso município nestas páginas”, disse.

Os interessados em apreciar o conteúdo da obra podem ter acesso ao livro no CRAS, localizado na rua Vicente Machado, 197, esquina com a rua 15 de Novembro.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página