Foto: reprodução / Imagem ilustrativa
Foto: reprodução / Imagem ilustrativa

Entidades sociais de Palmeira receberam R$ 743 mil do Nota Paraná desde agosto de 2015

 

Palmeiras banner superior

 

Cinco entidades sociais que têm sede em Palmeira, sem fins lucrativos, estão cadastradas no programa Nota Paraná, da Secretaria de Estado da Fazenda. Desta forma, elas recebem créditos mensais, em valores variados, de acordo com as notas fiscais que cadastram todos os meses. Juntas, as entidades já receberam do programa, desde agosto de 2015, quando inciou, até o último mês de setembro, créditos de mais de R$ 743 mil. Todo o dinheiro, segundo os dirigentes destas entidades, é usado para manutenção das atividades, incluindo pagamentos de contas de energia elétrica e água e compra de materiais, equipamentos e insumos. Trata-se de um recurso que, mensalmente, alivia as preocupações financeiras de cada uma delas.

Das cinco entidades de Palmeira, a Associação Menonita de Assistência Social (AMAS) é a que recebeu o maior valor até o momento, totalizando R$ 253.964,47. Deste valor, R$ 48.340,00 foram resultados de prêmios, uma vez que as entidades cadastradas também participam dos sorteios que são realizados todos os meses pela Secretaria. Os outros R$ 205.624,47 resultaram de créditos referentes às notas fiscais que cadastrou.

Depois da AMAS, a Associação dos Amigos do Cão de Rua de Palmeira (Aacarup), é quem recebeu mais recursos do Nota Paraná. Foram repassados à entidade R$ 181.916,80, sendo R$ 27.430,00 em prêmios e R$ 154.486,80 em créditos relativos às notas fiscais cadastradas pela entidade de proteção aos animais. Os recursos, segundo dirigentes da Aacarup, além do pagamento de despesas fixas, são utilizados para compra de ração, medicamentos e pagamentos de cirurgias e atendimento veterinário.

A Associação Menonita Beneficente (AMB) recebeu do programa o valor total de R$ 119.610,94, dos quais R$ 26.670,00 em premiação e R$ 92.940,94 em créditos referentes às notas fiscais cadastradas.

Para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) foi destinado o total de R$ 107.191,77, dos quais R$ 16.380,00 em prêmios e R$ 90.811,77 em créditos referentes às notas fiscais que cadastrou.

Por fim, a Santa Casa de Palmeira recebeu um valor total de créditos de R$ 80.859,28, dos quais R$ 10.700,00 em prêmios e R$ 70.159,28 em créditos relativos às notas fiscais por ela cadastradas.

Para colaborar com as entidades, o consumidor, pessoa física, que não informou o CPF na nota fiscal no momento da compra, pode doar a nota depositando-a em urnas que as entidades mantêm em estabelecimentos comerciais do município ou, ainda, no sistema da Nota Paraná na internet, cadastrando a nota para a entidade para a qual ele deseja destinar o crédito.

Como funciona

O programa Nota Paraná devolve 30% do ICMS ao consumidor que pede nota fiscal no comércio paranaense e inclui no documento o seu número de CPF. O imposto é recolhido pela Receita Estadual, órgão da Secretaria de Estado da Fazenda. No total, o programa já liberou R$ 44,4 milhões para pessoas e entidades assistenciais que recebem a devolução de notas doadas por consumidores.

Para se cadastrar no Nota Paraná é só acessar o site www.notaparana.pr.gov.br, clicar na opção “cadastre-se” e preencher os dados pessoais, como CPF, data de nascimento, nome completo, CEP e endereço para criação da senha pessoal. Para participar dos sorteios mensais é preciso fazer adesão no site. Os prêmios dos sorteios variam entre R$ 10,00 e R$ 200 mil.

Toda primeira compra no mês gera um bilhete ao participante do programa para os sorteios mensais, independentemente do valor gasto. Depois, cada R$ 50,00 em notas fiscais dá direito a um novo bilhete, com validade apenas para o sorteio do seu respectivo período.

A pessoa escolhe como usar os créditos que recebe de volta quando pede nota fiscal. Pode resgatar o valor, desde que seja maior que R$ 25,00, ou deixar acumular para pagar o IPVA do seu veículo. A partir do mês de novembro, no caso de pagamento do IPVA, o crédito a ser transferido pode ser de qualquer valor.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página