Foto: Folha
Foto: Folha

Deputado fala sobre riscos à Escarpa Devoniana em palestra no Colégio Agrícola

 

Os riscos de degradação ambiental que ameaçam a biodiversidade e a paisagem natural da Escarpa Devoniana foram abordados em palestras feitas pelo deputado estadual Péricles de Mello (PT) para alunos do Colégio Agrícola Estadual Getúlio Vargas, em Palmeira, na terça-feira (22). A possível aprovação de projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa, propondo a redução em 68% dos atuais limites da Área de Preservação Ambiental (APA) da Escarpa Devoniana representa o risco mais sério e imediato, uma vez que áreas hoje protegidas por lei poderiam ser utilizadas para atividades como agricultura extensiva, mineração, reflorestamento e indústrias.

Fora duas palestras e em cada uma delas mais de 100 estudantes participantes, ouvindo os alertas do deputado contra o projeto de lei que tramita desde o ano de 2016 e que hoje está sob análise da Comissão de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção dos Animais. Na ocasião do protocolo do projeto e início do trâmite, o deputado conta que foi ele quem solicitou os pareceres de instituições para avaliação da Comissão de Constituição e Justiça. A Comissão, porém, não aguardou os resultados e aprovou o projeto mesmo assim. “No entanto, a sociedade paranaense se mobilizou e conseguiu que a proposta não fosse enviada apressadamente para votação em plenário”, disse o deputado.

No momento, há a ação do Movimento Pró-Escarpa, que reúne mais de 100 instituições da sociedade civil como universidades, igrejas, ONGs, institutos de pesquisa e de defesa do meio ambiente. Deste esforço conjunto surgiu o documentário “Os últimos Campos Gerais”, apresentado durantes as palestras no Colégio Agrícola assim como em todas as cidades que o deputado tem percorrido fazendo palestras sobre os perigos da mutilação da APA.

Impedir que esse projeto seja aprovado da maneira como está é um primeiro passo. Depois disso, temos que construir um modelo alternativo de desenvolvimento para as cidades dos Campos Gerais usando a Escarpa e as belezas naturais como aspectos centrais, abandonando o uso excessivo de agrotóxicos nas propriedades, diminuindo as monoculturas e apostando no turismo, na geração de energia limpa e na produção de alimentos de forma sustentável”, disse Péricles.

Estudo

O deputado informou que encomendou estudo ao Laboratório de Mecanização Agrícola (LAMA) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) objetivando levantamento das potencialidades da Escarpa Devoniana. O estudo deve tratar da conservação dos remanescentes da Escarpa e da proteção das bacias de mananciais de água que abastecem as cidades, incluindo áreas de preservação permanente e nascentes. E também vai propor a mitigação de impactos dos sistemas de produção e o incentivo a alternativas ecológicas, tudo para propiciar que a APA da Escarpa Devoniana seja um modelo de desenvolvimento sustentável.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página