cafpal-merenda-1

COOPERATIVA DE PALMEIRA VAI RECEBER RECURSOS PARA MELHORIA DA PRODUÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR

A Cooperativa da Agricultura Familiar de Palmeira (Cafpal) está habilitada para receber recursos do Programa de Apoio ao Cooperativismo da Agricultura Familiar do Paraná, o Coopera Paraná, através da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (SEAB). Segundo o presidente da Cafpal, Ismael Lourenço Albino, os R$ 311.131,00 a serem destinados à entidade serão investidos na aquisição de um caminhão furgão refrigerado, uma câmara fria e caixas de armazenamento de produtos alimentícios para transporte. Tudo isto para garantir que os produtos estejam sempre em condições adequadas para chegarem saudáveis diretamente ao consumidor.

Também serão realizados investimentos em capacitação e treinamento de associados em produção, seja de grãos ou de hortifrutigranjeiros, segundo o presidente da Cafpal, demonstrando otimismo com o resultado do processo de habilitação ao crédito e com as perspectivas futuras para a comercialização da produção dos associados. Inclusive, um associado da Cafpal já conseguiu registro para fazer a venda de ovos.

A intenção inicial do governo do Paraná é de investir em melhorias na produção e na logística de comercialização dos produtos de cooperativas da agricultura familiar, atendendo cerca de 100 entidades do gênero no estado, já habilitadas em processo de chamamento público e que serão contempladas com recursos do Coopera Paraná.

O objetivo do programa é fortalecer as organizações cooperativas como instrumentos para melhorar a competitividade e a renda dos agricultores familiares. Através de técnicos da SEAB, as cooperativas também receberão apoio para elaboração de planejamento estratégico e planos de gestão e de negócios.

INVESTIMENTOS

Para 2020, segundo o secretário da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, o Paraná tem condições técnicas e econômicas de contratar empréstimos bancários para fazer frente aos investimentos também no meio rural, já autorizados pela Assembleia Legislativa e contratados. Temos frentes importantes em que fazemos o melhor planejamento, que são pavimentação das estradas rurais, melhoria da trafegabilidade com qualquer tipo de pavimento, pedra, bloquete sextavado ou asfalto para melhorar as condições de entrada de insumos e saída de produtos do nosso meio rural”, afirmou o secretário.

Outra parte será destinada a saneamento: água de qualidade em comunidades rurais que tem problemas de abastecimento de água boa. Além disso, temos um pouco do recurso do empréstimo, que se soma aos recursos do orçamento e que se soma aos recursos do Fundo de Combate à Pobreza para apoiar e incentivar a capacidade de produção na pequena propriedade”, segundo Ortigara.

Com esses recursos serão executadas algumas ações: fortalecimento de pequenas produções, apoio às pequenas cooperativas, apoio às pequenas associações de produtores, segurança alimentar, restaurante popular, cozinha comunitária, e um programa de aquisição de alimentos.

Vamos manter nossas ações de incentivo à conservação do meio ambiente e da sustentabilidade no meio rural através do manejo correto de pragas e doenças, redução racional do uso de agroquímicos para estimular o produtor a gastar bem o dinheiro. Vamos mostrar ao mundo nossa capacidade sustentável e vamos estabelecer parceria importante com os municípios na construção de uma agenda comum a favor da agricultura paranaense”, afirmou o secretário.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página