Foto: Divulgação / Câmara Municipal de Palmeira

Comissão especial tem ainda uma semana de prazo para apresentar relatório

 

propaganda superior site - correia e moraes2

 

A comissão especial da Câmara Municipal de Palmeira que apura denúncias feitas no Facebook contra a administração da Santa Casa tem prazo até a próxima sexta-feira (24) para apresentar o relatório final dos trabalhos. O presidente da comissão é o vereador João Alberto Gaiola (PDT), que está trabalhando na análise de depoimentos e documentos junto com o vereador Marcos Ribas (PSDB), que é o relator, e o vereador Denis Sanson (Democracia Cristã), como membro da comissão.

Algumas informações e documentos foram requisitados nos últimos dias e ainda não chegaram até a comissão, segundo informou o presidente. Mesmo assim, o vereador que preside a comissão disse que o prazo será cumprido e que o relatório final será apresentado.

Desde o dia 26 de fevereiro, quando aconteceu a primeira reunião e começou a contar o prazo, a comissão ouviu diretores da Santa Casa, médicos, a secretária de Saúde do município, servidores públicos municipais e testemunhas, todos convidados para falar na condição de colaboradores.

Dos dois denunciantes, só um foi ouvido, Jéferson Luiz Pereira, uma vez que o segundo a fazer denúncias, Alex Pacheco, não foi identificado e, por isso, não recebeu intimação para prestar informações à comissão. Em virtude de suspeitas de se tratar de um perfil falso no Facebook, a Câmara solicitou à Polícia Civil que faça investigação a respeito disto.

As denúncias eram de que na Santa Casa de Palmeira foram cometidos assassinato e tortura e que também teria ocorrido tráfico de influência no hospital para privilegiar determinado médico.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página