Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa
Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa

Começa a primeira etapa da vacinação contra febre aftosa no Paraná

 

Na última terça-feira (1º) começou o prazo para que criadores de bovinos e bubalinos vacinem seus rebanhos contra a febre aftosa. Os pecuaristas de todo o Paraná, nesta primeira fase da campanha de vacinação, devem aplicar a dose somente nos animais com até 24 meses de idade. A vacinação é uma exigência legal, assim como sua comprovação, e o criador que não atender estará sujeito a multa por animal não vacinado. O prazo para a vacinação vai até o dia 31 de maio. A imunização dos demais animais ocorrerá apenas no segundo semestre, em novembro.

O produtor deve comprar a vacina nas casas agropecuárias, onde a dose do produto custa em torno de R$ 1,50. Ao comprar a vacina deve obter a nota fiscal de compra e o Comprovante de Vacinação e Atualização Cadastral, que será preenchido após a vacinação e entregue em uma unidade de sanidade agropecuária. A dose da vacina é de 5 ml para cada animal, independente do peso e tamanho.

Ao preencher o Comprovante de Vacinação e Atualização Cadastral, o criador deve relacionar corretamente a quantidade de animais existentes e de animais vacinados, por sexo e por idade. A quantidade de animais relacionada no comprovante será cadastrada na Adapar e, portanto, deve ser exatamente igual ao existente na propriedade. Assim, o produtor deve aproveitar a vacinação para contagem dos animais e, somente depois, preencher o comprovante.

Para fazer a comprovação da vacinação nas Unidades Locais de Sanidade Agropecuária, o criador deve levar as duas vias do Comprovante de Vacinação e Atualização Cadastral e a nota fiscal da compra da vacina.

Internet

O criador pode também realizar a comprovação da vacinação pela internet, acessando a página da Adapar (www.adapar.pr.gov.br). Será feita em duas etapas: 1°) cadastro da venda da vacina pelo revendedor e 2°) comprovação pelo produtor. O produtor somente conseguirá efetuar a comprovação pela internet após o revendedor também ter cadastrado a venda da vacina.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página