bandeiras-tarifarias-energia

Bandeira vermelha na tarifa deixa conta de luz mais cara em outubro

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou, nesta sexta-feira (29), que o mês de outubro terá bandeira tarifária vermelha no patamar 2, o que deve encarecer as contas de luz. Desde que foi implementado o atual sistema, em janeiro de 2016, outubro será o primeiro mês com o patamar mais elevado.

Isso deve gerar uma cobrança extra de R$ 3,50 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos. Atualmente, a bandeira das contas de luz é amarela, o que significa um custo adicional de R$ 2,00. O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza ao consumidor o custo da geração de energia.

Segundo o relatório do Programa Mensal de Operação do Operador Nacional do Sistema (ONS), o valor da usina térmica mais cara em operação é de R$ 698,14/MWh, da Usina Termoelétrica Sepé Tiaraju (RS).

A Aneel informou que “a situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas alcançou níveis preocupantes e, ainda que não haja risco de desabastecimento de energia elétrica, é preciso reforçar as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício”.

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página