Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa
Foto: Reprodução / Imagem ilustrativa

Bancada paranaense na Câmara dos Deputados tem renovação de 50%

 

wizar-banner-site

 

A eleição para deputado federal no Paraná teve como resultado a renovação de exatos 50% da bancada parlamentar do estado na Câmara dos Deputados. Dos 30 deputados federais eleitos no domingo (7), 15 deles não disputavam a reeleição. Dos 25 deputados que tentavam a reeleição, dez não conseguiram votos suficientes para garantir um novo mandato.

A renovação da bancada, entretanto, não acontece exatamente com nomes novos, uma vez que se deu com muitos nomes já conhecidos da política paranaense, ou que voltam para a Câmara ou que saem de um mandato estadual na Assembleia Legislativa para um mandato federal na Câmara. Também há o caso da senadora Gleisi Hoffmann (PT), que deixa o Senado e vai para a Câmara. E entre os eleitos, há vários sobrenomes conhecidos, os herdeiros políticos.

O deputado federal eleito com maior votação foi o novato Sargento Fahur, do PSD, que conseguiu mais de 300 mil votos, elegendo-se para seu primeiro mandato. Ele é Policial Rodoviário Estadual da reserva e ficou famoso por suas posições polêmicas defendidas na internet e virou, até, personagem de programa humorístico.

Entre os deputados estaduais que conseguiram eleger-se para a Câmara, Felipe Francischini, com a segunda maior votação, troca de lugar com o pai, Fernando Francischini (o mais votado para deputado estadual). No mesmo grupo dele foram eleios Ney Leprevost (PSD) e Pedro Lupion (DEM). Francischini e Lupion, então, chegam à Câmara para ocupar cargo que já foram de seus pais, assim como Luísa Canziani (PTB).

Também foram eleitos dois ex-prefeitos: Gustavo Furet (PDT), de Curitiba, que foi deputado federal anteriormente, e Luizão Goulart (PTB), de Pinhais. Entre os novos integrantes da Câmara constam, ainda, Paulo Martins (PSC), Boca Aberta (PROS), Schiavinato (Progressistas), Filipe Barros (PSL), Vermelho (PSD), Aroldo Martins (PRB) e Aline Sleutjes (PSL).

Os deputados reeleitos foram: Leandre (PV), Sandro Alex (PSD), Giacobo (PR), Hermes Parcianello (MDB), Cgristiane Yared (PR), Diego Garcia (Podemos), Luciano Ducci (PSB), Sérgio Souza (MDB), Aliel Machado (PSB), Ricardo Barros (PP), Zeca Dirceu (PT), Rubens Bueno (PPS), Luiz Nishimori (PR), Ênio Verri (PT) e Toninho Wandscheer (PROS).

Não conseguiram a reeleição para a Câmara dos Deputados: Alfredo Kaefer (PP), Assis do Couto (PDT), Edmar Arruda (PSD), Evandro Roman (PSD), Leopoldo Meyer (PSB), Luiz Carlos Hauly (PSDB), Osmar Bertoldi (DEM), Osmar Serraglio (PP), Reinhold Stephanes (PSD), Valdir Rossoni (PSDB) e Hidekazu Takayama ((PSC).

Eleitos e votação

Sargento Fahur (PSD) 314.960
Felipe Francischini (PSL) 241.533
Gleisi Ohffmann (PT) 212.471
Luizão Goulart (PRB) 141.730
Sandro Alex (PSD) 124.511
Leandre (PV) 123.958
Paulo Martins (PSC) 118.754
Gustavo Fruet (PDT) 113.250
Fernando Giacobo (PR) 111.384
Hermes Frangão Parcianello (MDB) 110.717
Christiane Yared (PR) 107.630
Diego Garcia (Podemos) 103.154
Luciano Ducci (PSB) 98.214
Aliel Machado (PSB) 95.385
Sergio de Souza (MDB) 94.073
Pedro Lupion (DEM) 92.155
Ney Leprevost (PSD) 92.399
Luisa Canziani (PTB) 90.245
Boca Aberta (PROS) 90.158
Ricardo Barros (Progressistas) 80.025
Zeca Dirceu (PT) 77.304
Rubens Bueno (PPS) 76.448
Schiavinato (PP) 75.540
Filipe Barros (PSL) 75.326
Luiz Nishimori (PR) 73.344
Toninho Wandscheer (PROS) 72.475
Vermelho (PSD) 70.001
Enio Verri (PT) 62.169
Aroldo Martins (PRB) 52.572
Aline Sleutjes (PSL) 33.628

Comentários

comentários

Publicidade

Curta nossa Página